Segunda-feira, 20 de outubro de 2014
CCZ oferecerá castração gratuita de animais
28/07/2009

Uberlândia/MG



Para tentar conter o crescimento do número de cães e gatos em Uberlândia, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), ligado à Secretaria Municipal de Saúde, implantou o serviço de esterilização de animais, que é feito desde 1º de julho, no hospital veterinário da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).


Mais de 100 cirurgias já foram realizadas pelos veterinários da UFU. O coordenador do CCZ, Adalberto Pajuaba Neto, disse que Uberlândia possui cerca de 82 mil cães e gatos, número que se aproxima do ideal. “O Estado diz que o número de animais deve corresponder a 13,5% da população humana. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Uberlândia tinha em 2007 uma população de 608.369 habitantes. Seguindo a contagem do IBGE, o número limite de cães e gatos da cidade deveria ser de aproximadamente 82.130 animais”, afirmou o coordenador. Pela estatística de 2008 do IBGE, Uberlândia possui 622 mil habitantes e, em 31 deste mês, deve ser divulgada uma nova estatística populacional dos municípios.  


Adalberto Pajuaba acredita que o programa surtirá efeito a longo prazo. “Uma das formas de controle é exatamente a esterilização. Daqui a cinco anos alcançaremos índices satisfatórios, pois não havendo a proliferação dos animais, diminui, consequentemente, a população de rua”, disse.


O coordenador chama de posse responsável os cuidados que o tutor deve ter com o animal. “Sabemos que muitos cães e gatos são abandonados pelos próprios tutores. Além do risco de acidentes e agressões, eles podem transmitir doenças ao homem, como raiva, leishimaniose e verminoses. A raiva é controlada em Uberlândia há 22 anos, mas a verminose é uma realidade na família que não tem cuidado com a  higiene.”


Para solicitar o serviço de esterilização do animal de estimação, o responsável pelo animal deve procurar o Centro de Zoonoses de Uberlândia, no bairro Liberdade, para se cadastrar. “É importante apresentar o comprovante de renda de até dois salários mínimos. Só depois do cadastro que encaminhamos o animal para o hospital da UFU”, disse Adalberto Pajuaba.


Esterilização de cães e gatos


Local de cadastramento: sala de vacina do Centro de Controle de Zoonoses.


Endereço: Avenida Alexandrino Alves Vieira, 1423, bairro Liberdade.


Horário: das 7h às 18h.


Documentação necessária: RG, CPF e comprovante de renda de até dois salários mínimos.


Recurso para o programa é de R$ 5 mil por mês


De acordo com o diretor executivo do Hospital Veterinário Universitário, Amado da Silva Nunes Junior, a superpopulação animal aumenta a cada dia. “Os recursos financeiros para o programa de esterilização, de R$ 5 mil mensais, são da prefeitura de Uberlândia. A UFU contribui com a mão de obra de três médicos veterinários, mais três estudantes residentes, cobrando apenas o material para o procedimento cirúrgico”, disse.


Segundo Amado Júnior, até a tarde de ontem, foram feitas 103 esterilizações no hospital veterinário, dentro do projeto municipal. “O animal sai do hospital castrado e com toda a medicação de antibióticos e anti-inflamatórios. O tutor fica apenas com a responsabilidade dos cuidados pós-operatórios.”


Associação recebe do CCZ 40 animais por semana


A advogada e voluntária da Associação de Proteção aos Animais (APA), Marcela Amaral de Oliveira, lembra que o Centro de Zoonoses envia, semanalmente, uma média de 40 animais sadios à associação. Os cães e gatos ficam disponíveis para adoção. “A APA, por sua vez, está enviando entre 10 e 20 animais para o programa de esterilização, toda semana. A associação tem entre 150 e 180 cães e 80 gatos. Os filhotes conseguem ser adotados. Mas os vira-latas adultos ficam na associação para morrer”, afirmou a voluntária.


Marcela Amaral lamenta a dificuldade financeira pela qual a entidade passa. “Quando aparece um animal de raça ou um vira-lata mais bonitinho, são adotados. Os que ficam são tratados dentro dos limites financeiros da entidade, que é sustentada pelos associados e passa por muitas dificuldades.”


Fonte: Correio de Uberlândia


 


 


Copyright © 2005–2008 ONG - Animal & Natureza. Todos os direitos reservados.